Menu

Como dar entrada no Seguro Obrigatório DPVAT

Há mais de 40 anos, o Seguro DPVAT foi criado para oferecer benefícios aos brasileiros vitimas de trânsito. Tal recurso é importante pois foi apenas com ele que o País conseguiu encontrar mecanismos capazes de atender e suprir as necessidades de famílias que, muitas vezes, ficam órfãs e sem fonte de renda, dando o subsídio necessário para elas se manterem até conseguirem normalizar a situação.

Ainda assim, ainda existem muitas dúvidas sobre como funciona esse seguro. Justamente para esclarecê-las, preparamos este artigo especial, com todas as informações necessárias para dar entrada no Seguro DPVAT.

Quem é beneficiado pelo Seguro DPVAT?

Basicamente, qualquer pessoa envolvida em um acidente de trânsito tem direito a tal benefício. Além de motoristas que estejam com o imposto pago, motoristas que sofrem o acidente, passageiros em qualquer veículo, passageiros de transporte público, pilotos, ciclistas, pedestres e terceiros dependentes de vítimas fatais de trânsito têm direito a tal benefício.

Porém, é importante lembrar que existem limites nos custos da restituição ou da indenização. Para vítimas de acidentes, é possível restituir até R$ 2.700,00 em despesas médicas. Já para vítimas de danos permanentes e parentes de pessoas que sofreram acidentes fatais, a restituição é de R$ 13.500,00.

dar-entrada-segudo-dpvat

Leia mais informações sobre quem tem direito em receber o DPVAT

Dando entrada no Seguro DPVAT

Como os valores da indenização do Seguro DPVAT são pagos por todos os motoristas, mesmo nos casos em que o veículo fugiu do local do acidente é possível dar entrada na indenização. Para isso, o procedimento é gratuito e pode ser feito pelo próprio beneficiário da indenização, dispensando o uso de terceiros.

O primeiro passo é registrar todos os dados do acidente. Assim, documentação e comprovantes são indispensáveis. No caso de cuidados médicos, peça sempre notas com a descrição dos valores, pois elas servirão para calcular o valor de restituição.

Entre em contato com uma das seguradoras que atendem o Seguro Obrigatório. No próprio site do Detran é possível descobrir quais são as atuantes. Munidos da documentação necessária, basta preencher um formulário e esperar o parecer para conseguir tal restituição. Os documentos necessários para dar a entrada no Seguro DPVAT são os seguintes:

  • Boletim de Ocorrência;
  • Documento pessoal e CPF;
  • Comprovante de residência;
  • Certificado de Registro do Veículo (em caso de motorista);
  • Certidão de óbito para indenização por morte;
  • Laudo do IML para indenização por invalidez permanente;
  • Relatórios médicos, comprovante de despesas e declaração da instituição que prestou o atendimento para reembolso de despesas médicas.
No Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *